REUNIÃO DO GT DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DOCENTE DE GEOGRAFIA DA AGB RIO DE JANEIRO

07/05/2011 21:56

REUNIÃO DO GT DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DOCENTE DE GEOGRAFIA DA AGB RIO DE JANEIRO


31/01/2011 (Local: UFRJ)

PRESENTES: Márcio Berbat (Unirio), Ênio Serra (UFRJ), Ana Angelita (UFRJ), Cristiane Cardoso (UFRRJ) e Renato Emerson (FFP/UERJ-São Gonçalo)

PAUTA:
- DOCUMENTO CURRÍCULO MÍNIMO DE GEOGRAFIA DA REDE ESTADUAL DO RJ

 

O documento acaba de ser lançado pela Secretaria Estadual de Educação do Rio de Janeiro, como balizador dos programas a serem adotados pelos professores da Rede. O  lançamento do documento a poucos dias do início das aulas produz forte impacto sobre o trabalho a ser realizado pelos professores, e o transforma em objeto de preocupação para o GT da AGB-Rio. Iniciativas semelhantes (padronização curricular centralizada) vem sendo adotadas, de maneiras distintas, por diversas redes (municipais e estaduais), como formas de controle curricular centralizado.

 Diante disto a reunião apontou os seguintes indicativos:

a) PROPOSTA DE TRÊS EIXOS DE ANÁLISE DO DOCUMENTO (POR RENATO EMERSON):
1. ANÁLISE DO PROCESSO DE ELABORAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DO DOCUMENTO COMO UM TODO (Participação do professorado, das entidades - AGB, sindicatos, etc. -, da comunidade acadêmica, entre outros)
2. CRÍTICA AO PROJETO PEDAGÓGICO (CONTEÚDOS E PROGRAMAS), À CONCEPÇÃO PEDAGÓGICA (CURRÍCULO POR COMPETÊNCIAS) DO DOCUMENTO
3. USO DO DOCUMENTO: INSTITUIÇÃO DE SISTEMAS DE MERITOCRACIA, SISTEMAS DE CONTROLE DO TRABALHO DOCENTE, VÍNCULO À POLÍTICA SALARIAL.

b) POSIÇÃO DA AGB NO DEBATE DA PROPOSTA:

 - DISCUTIR O QUE É E COMO SE DEFINE O CURRÍCULO MÍNIMO DE UMA DISCPLINA ESCOLAR (TÓPICOS, DIRETRIZES?)
- MARCAR O PAPEL DA DISCIPLINA ESCOLAR NO PROCESSO DE ESCOLARIZAÇÃO E DISCUTIR A RELAÇÃO COM OUTRAS POLÍTICAS COMO O ENSINO MÉDIO INOVADOR E A PROPOSTA DE INSTITUIÇÃO DE ÁREAS DISCIPLINARES (CIÊNCIAS HUMANAS ETC.)
 - RELACIONAR ESSA DISCUSSÃO ÀS PRINCIPAIS QUESTÕES HOJE COLOCADAS PELOS PESQUISADORES DA GEOGRAFIA ESCOLAR (POR EXEMPLO, OS RECORTES ESPACIAIS E A QUESTÃO DAS ESCALAS DE ANÁLISE, A CARTOGRAFIA AO LONGO DO PROCESSO, A RELAÇÃO SOCIEDADE-NATUREZA ETC.)

c) ENCAMINHAMENTOS:

- CARTA À SEE/RJ SOLICITANDO INFORMAÇÕES SOBRE O PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DO CURRÍCULO MÍNIMO,
- NOTA PÚBLICA CONSTANDO AS INFORMAÇÕES RECEBIDAS E A POSIÇÃO DA AGB,
- MESA REDONDA SOBRE CURRÍCULO MÍNIMO EM MARÇO,
- GTs E/OU OFICINAS QUE ARTICULEM TEMAS PROBLEMATIZADOS PELA COMUNIDADE DE PESQUISADORES DA GEOGRAFIA ESCOLAR COM A PROPOSTA DE CURRÍCULO MÍNIMO DAS REDES DE ENSINO
 - CONSULTA A OUTRAS ENTIDADES - SEPE, FÓRUM EM DEFESA DA EDUCAÇÃO PÚBLICA, OUTRAS ÁREAS DE CONHECIMENTO (SBENBIO, ANPUH, SOCIOLOGIA ETC.)

d) PRÓXIMA REUNIÃO: 15 DE FEVEREIRO, 18:30, NA UERJ (SALA AINDA A SER DEFINIDA).  ESTA REUNIÃO DEVERÁ CONTAR TAMBÉM COM O GT DA AGB NITERÓI. CALENDÁRIO FIXO DE  REUNIÕES DO GT - TODA TERCEIRA TERÇA-FEIRA DE CADA MÊS